kv TascaDaEsquina.png

Chega aos 10 Anos o mais português de São Paulo!

            Criatividade e coragem permeiam a trajetória do Restaurante Tasca da Esquina, o mais português de São Paulo, assim definido pelo chef, apaixonado pelo Brasil, Vítor Sobral.

             

 

Filial paulistana da Tasca da Esquina lisboeta, o restaurante dos prestigiados chef Vítor Sobral e restaurador Edrey Momo, comemora 10 anos exibindo saborosas e tradicionais receitas portuguesas, reinventadas pela criatividade do chef e sua equipe de cozinha, atribuindo aos clássicos um toque contemporâneo. 10 pratos foram selecionados para agraciar os clientes com a história dos sabores da Tasca desde a sua abertura, entre eles alguns que marcaram períodos e já saíram do cardápio e outros que ainda estão em evidência.  Serão revisitados e visitados pelo Menu 10 Anos as entradas Alhada de Camarão, Lula Salteada, Vinagrete de Polvo e o Pica pau; os principais, a Raia, o Lombinho, o Bacalhau ao Forno, o Carril de Camarão e as sobremesas Sericaia e Encharcada. Por 10 dias, de 22 a 31 de julho, os pratos poderão ser degustados na sequência, entrada, principal e sobremesa, pelo valor de celebração de R$100,00.

 

Descritivo menu:

Entradas:

Vinagrete de polvo: creme de mandioquinha, polvo salteado no azeite, vinagreta da case, finalizado com hortelã

 

Alhada de camarão: camarões escalfados, servidos sobre um creme de pupunha e alho. Finalizado com farofa crocante

 

Lulas salteadas:  lulas frescas salteadas no azeite com lâminas de alho. Finalizado com sumo de limão e salsa.

 

Pica pau: tiras de contra filé servidos com o molho da casa a base de manteiga e vinho branco. Acompanha batata palha artesanal

 

 

Principais:

 

Bacalhau ao forno: lombo de bacalhau com cebolas douradas e batatas assadas

 

Caril: camarões graúdos servidos com molho à base de curry e especiarias, finalizado com Coco fresco ralado. Acompanha arroz de abobrinha e castanha do para.

 

Lombinho suíno: filé mignon suíno servido com molho de queijo de ovelha, guarnecido de batatas novas coradas e finalizado com lâminas de alho poró.

 

Atum caramelizado: com creme de palmito e cogumelos salteados.

 

Sobremesas:

 

Encharcada: creme de ovos cozidos em calda de açúcar, finalizado com canela é acompanhado de sorvete de limão siciliano.

 

Baba de Camelo: Doce de leite, creme de leite fresco, claras de ovos em neve finalizado com lâminas de amêndoas.

 

             

Um bocado da história.

            A primeira dose de ousadia foi o chef mostrar ao Brasil a reinvenção da cozinha portuguesa, pela técnica e amplo conhecimento das raízes da mesma.  Edrey, na época, gestor dos negócios da família, Pizzaria 1900 e outros, aceitou o desafio e se jogou em uma auto exigente jornada de estudos. Aliás, as pesquisas são investimentos constantes para o negócio que representa um pedaço de Portugal em São Paulo. “Não teria sido diferente, nossos clientes sempre questionaram pratos, técnicas e regionalidade.  Eu precisava estar afiado no bem frequentado salão”, relata Edrey. 

            O menu exibiu, desde o primeiro ano, profundo estudo de Sobral no rico receituário tradicional e regional de Portugal e também do Brasil. A preocupação em entregar aos clientes uma experiência com bom custo-qualidade, olhar criativo e voltado à sustentabilidade foi uma constante, e nunca descartou o cuidado com a escolha de ingredientes de ponta. Entre os desafios aproveitar ao máximo o potencial do alimento e suas sazonalidades.

            “A cozinha portuguesa não se resume no Bacalhau”. “Não se tira a pele e a espinha do Bacalhau para cozer”. “Temos que valorizar nosso produto natural, tudo que é refinado passa por procedimento químico”. “Usamos flor-de-sal ou o sal grosso, sal refinado nunca!”.  Frases como essas e muitas outras, ditas repetidas vezes por Sobral, foram ouvidas e publicadas pela imprensa. Tudo isso fez parte de um longo e instigante processo para levar a cultura portuguesa ao gosto do brasileiro.

 

            Ambiente despojado, mas com zelo aos detalhes como na escolha das louças e das taças, valorizaram o produto e o produtor e definiram sempre uma experiência autêntica ao cliente, “descontraído como uma tasca portuguesa, mas com a elegância do produto que eu entrego”. Na carta a predominância de rótulos portugueses de regiões como Douro, Alentejo e Bairrada. Sempre com a supervisão de Vítor, os tintos, brancos, verdes e espumantes, muitos deles servidos em taça, são garimpados de forma criteriosa para proporcionar refeições harmonizadas.

           

            Os esforços foram reconhecidos. Em 2015 chegou o prêmio que mais encheu de alegria toda equipe: “Fomos eleitos pelo júri popular da Veja São Paulo como o Melhor Restaurante Português de São Paulo, o reconhecimento dos nossos clientes nos traz imensa satisfação”, vibrava Vitor na expressão. No ano seguinte, o Melhor Restaurante Português pelo júri técnico da Veja São Paulo e concomitante, Edrey Momo foi reconhecido como o Restaurateur do Ano pela mesma publicação.

 

            O afeto do público e a determinação da equipe fizeram o sucesso da Tasca da Esquina de São Paulo se manter nesses 10 Anos. “Foi um desafio e tanto e após dezenas de prêmios como melhor restaurante português, tivemos nossa autêntica e moderna Tasca consolidada”, expressa Edrey Momo, com a certeza de ter perseverado no caminho certo, “concluímos que o Brasil não conhecia a verdadeira genialidade do sabor de Portugal”.

  

 

            Sobre o chef Vítor Sobral

           

            Profissional com um longo currículo e autor de mais de 15 livros, o prestigiado chef, professor e consultor Vítor Sobral é uma das grandes referências e autoridades da gastronomia portuguesa. Pratica uma cozinha de autor aliando técnicas inovadoras aos mais tradicionais ingredientes e temperos portugueses, e costuma dizer que a cozinha sem produtos genuínos não faz sentido. Com a mesma perseverança, defende a riqueza das matérias primas e cultura da cozinha brasileira e valoriza, por demais, a troca de experiências. Entre suas publicações estão os livros As Minhas Receitas de Bacalhau e Alentejo, Além-Mar, ambos da Editora Senac. É consultor gastronômico da TAP, Vista Alegre, Silampos e Sovena, entre outras marcas conceituadas. Além da Tasca da Esquina de São Paulo e Lisboa, também é chef-proprietário da Peixaria da Esquina, na capital portuguesa. Entre os principais prêmios, foi agraciado pelo Presidente da República com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em 2006.

 

Serviço:

Tasca da Esquina

Alameda Itu, 225, Jardins

55 11 3262-0033 / 3141-1149

Horários de funcionamento:

Terça a Sexta-feira, 12h às 15h e 19h às 23h;

Sábado, 12h às 17h 19h às 23h;

Domingo, 12h às 17h.

gerencia@tascadasesquina.com.br

www.tascadaesquina.com.br

Informações

Relações Públicas:  Reila Criscia

reila@anagrama.com.br

55 11 9 7174-8276

GALERIA DE IMAGENS

Chef Vitor Sobral (10)
WhatsApp Image 2021-07-20 at 18.05.51
Vinagrete de Polvo - Tasca da Esquina
Raia - Tasca da Esquina
Bacalhau ao Forno - Tasca da Esquina
Lulas Salteadas - Tasca da Esquina
Caril de CamarÒo - Tasca da Esquina
1/1